24.5.07

Nunca subestime um caipira!

ouça: Sweet Home Alabama - Lynard Skynard [ http://z11.zupload.com/download.php?file=getfile&filepath=55996 ]


Essa 5a Feira passou na Sessão da Tarde o filme Doce Lar (Sweet Home Alabama) e como o nome desse blog é Serendipity, eu não poderia deixar de falar um pouquinho do filme ;D

Bem, Doce Lar conta a estória de Melanie Smooter (Reese Witherspoon), uma jovem estilista que namora Andrew Hennings (Patrick Dempsey) filho da prefeita de Nova York, mas esconde de todos o seu passado.
.
Ao ser pedida em casamento por Andrew, o cara perfeito, Mel precisa voltar a sua terra natal para resolver um assunto inacabado e finalmente poder casar-se e continuar levando sua vida na agitada Nova York.
.
Mel precisa voltar para sua cidadezinha no Alabama para pegar a assinatura de seu marido Jake Perry (Josh Lucas) para que possam se separar legalmente e ela possa casar-se com Andrew.
.
Até aí tudo bem... mas ao chegar na cidade Mel precisa convencer Jake a assinar os papeis, coisa que ele se recusa. Jake é um típico caipira, mas é querido pelos velhos amigos e é de fato um ótimo homem. Mas é caipira e isso Mel não aceita, fazendo com que os dois vivam às turras e discutindo pelas coisas mais bobas.
.
Nesse meio tempo Mel reencontra velhos amigos, começando a encarar seu passado, relembrando de como era uma garota 'arretada' ao contrario da mulher séria que se tornou ao ir para a cidade grande. Aos poucos Mel vai se dando conta de que "você pode tirar a garota do interior, mas não pode tirar o interior da garota", ou seja, a vida que ela havia renegado há 5 anos atras quando abandonou o marido e foi para Nova York ainda fazia parte dela, e muito.
.
Resumindo: após seu passado ser revelado, Andrew resolve casar-se com Mel na cidadezinha natal dela, mas ao chegarem ao altar Mel diz que não pode casar-se com Andrew que compreende que ela ainda ama Jake e aceita o fato de forma digna e diz para ela seguir seu coração.
.
Bem, qual é a ligação de Kate e Sawyer com Mel e Andrew? Nenhuma. A ligação aqui é com Kate e Jack.
.
Andrew é um cara gente fina que vive em atrito com a mãe por terem formar de pensar e encarar a vida bem diferentes. Jack e Christian Sheppard, hein? E a conversa de Jack com Kate no episódio Throught the Looking Glass deixando claro que gosta dela o bastante para saber que é ele quem está sobrando, foi bem parecida com a atitude de Andrew quanto a Mel e Jake.
.
Mel saiu dos cafundós do Alabama para tentar uma vida melhor na cidade grande e esconde esse fato de todos por ter vergonha de seu passado caipira e sulista, assim como Kate durante as 2 primeiras temporadas (e todos seus flashbacks) tentava fugir do estigma da vida que sua mãe levava.
.
Agora vem a parte boa: Sawyer, ou melhor, Jake. Jake é a representação de tudo que Mel queria esquecer mas não podia pois estava impregnado nela, era parte do que a tornava uma pessoa especial. Assim é Sawyer, a representação de tudo que Kate não queria admitir para si mesma que também é.
.
Você pode tirar a garota da aventura, mas não pode tirar a aventura da garota. Kate é e sempre será um 'espirito livre' e somente alguem também sem raizes irá compreende-la, no caso, Sawyer. Assim como Mel é e sempre será uma caipirinha e somente o caipira Jake poderá 'dar conta' dela.
.
.
Link:
Sweet Home Alabama (2002)
[ http://www.imdb.com/title/tt0256415/ ]


7 comentários:

Anônimo disse...

Ebaaaa...
Mais um texto da Leanna...

Nossa, ontem quando eu vi a propaganda desse filme na tv, lembrei na hora do nosso querido triângulo...fiquei morrendo de vontade de assistir, só que tenho estágio a tarde e não deu...que droga...
Agora vou ter que ir na locadora e pegar pra ver, pq estou morrendo de curiosidade...hehehe

Adorei o texto Leanna, e faz mto sentido mesmo!!!
E é isso que todas nós estamos dizendo desde a segunda temporada...a Kate foge do passado dela, pq não quer ser igual à mãe, mas ela não pode fugir do que sente pelo Sawyer...(assim como a propria mãe dela disse "não se escolhe quem se ama, katherine")...

Parabéns pelo texto...
Bjossss

Ari

cristianepf disse...

Nunca assisti esse filme, sempre tive vontade mas nunca a oportunidade. Eu conheci por um clipe no STC (todo mundo sabe que amo soundtrack). Eu gostava muito da música.

Adorei saber que a história se aplica a kate/sawyer/jack. Adoro essas histórias sobre as pessoas se aceitarem como são e entenderem que nem sempre o certo aos olhos dos olhos é o certo pra gente.

cristianepf disse...

Só adicionando. A música que eu gostava não era essa que tu upou. Era essa: http://youtube.com/watch?v=TPuo8aqclcE

Culpada! Como qualquer mortal... disse...

ahh eu amoo esse filmeee


amei ele muito antes de kate e sawyer existirem na minha vida, mas dpois realmente deu pra encaixar as duas histórias...


ótimo texto


bjokass


by kary

Anônimo disse...

Adoro quando tem texto seu pra ler, Leanna! ^^
Amei, acho bem legal quando você compara os personagens, ou skate, ou o triângulo com outras coisas :)

"Você pode tirar a garota da aventura, mas não pode tirar a aventura da garota. Kate é e sempre será um 'espirito livre' e somente alguem também sem raizes irá compreende-la, no caso, Sawyer. Assim como Mel é e sempre será uma caipirinha e somente o caipira Jake poderá 'dar conta' dela."

Beijão, parabéns
Manu anú

juliana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
juliana disse...

Eu nunca tinha visto o filmee..mas a camila falo que era muito lindooo
Faltei no trabalho pra ver ...hahahahaha
Adoreii...
Mais um casal Skate...hehehehe

Papisa :)