23.8.06

Piratas do Caribe - versão Lost

Faz um tempinho que vi umas Skaters no Lost Forum comentarem que PdC-O Bau da Morte é Skater porque a Elisabeth se interessa pelo Jack. Ok, mas desde que assisti PdC-E a Maldição do Pérola Negra, achei que fosse Skate porque a Elisabeth gosta do Will...

Explicando:

*Elisabeth tem uma vida tipica e pacata mas sempre sonhou em conhecer piratas e viver aventuras. Will é um rapaz simples que em certo ponto descobre ser filho de um pirata. Jack é um famoso pirata que só pensa nele e é, digamos, excêntrico. Elisabeth ama Will, mas se sente atraída por Jack, ou como ele mesmo disse a ela, atraída pela possibilidade de viver seu sonho de pirata.

*Kate é uma foragida que sempre sonhou com um marido perfeito em uma casinha de cerca branca. Sawyer é um vigarista que no fundo tem um bom coração. Jack é um médico que de vez em quando deixa seu lado egocentrico falar mais alto. Kate ama Sawyer, mas se sente atraída pela vida perfeita que Jack poderia lhe proporcionar.

A principio a impressão que temos é de que porque Jack Sparrow bebe, canta a mulherada e fala besteira, ele tem tudo a ver com o Sawyer e Will que é o rapaz calmo e bom tem tudo a ver com Jack. Mas na hora H as coisas se mostram invertidas: assim como Jack Sparrow foge na hora de encarar os problemas, Jack Shepard em uma escala menor, faz a mesma coisa. Já Will fica na dele mas se preciso toma as rédeas da situação com agilidade de pensamento e pula de cabeça na situação, como Sawyer que não pensa duas vezes quando tem que fazer alguma coisa para ajudar alguem, mesmo querendo manter a pose de bad ass.

Will e Sawyer pensam e agem de acordo com o que acham ser certo no momento. A diferença é que Will é abertamente um homem bom enquanto Sawyer tenta esconder seu lado autruísta. Como disse Sawyer certa vez "Está tudo nos detalhes"

5 comentários:

Anônimo disse...

Ai.. mas ainda sim eu amo Skate e Elizabeth e Jack!!!! hehehehe

Anônimo disse...

Eu naum acredito!! Postei um comentário meu aqui!!! hauhauahuah
Quem tá falando é a Andréa. hehehehe

Anônimo disse...

Ok.. vo começa a fala que eu axo!!
Gostei do que tu disse. Eu nunca tinha pensando dessa forma. Sempre achei Jack (Piratas do Caribe) tão Sawyer!!! hahaha
Mas tipo... sei lá. Olhando dessa forma até pode ser, mas não consigo ver o Will como Sawyer. Ele é muito bonzinho entende?? Tipo Jack dá vida. E sei fala que Jack e Elizabeth é um casal tão legal!!! Tipo Skate!! hehehe
Não sei se tu viu Piratas do Caribe mas tem uma hora que a Elizabeth tá com uma bussula em que ela aponta para o que vc mais deseja, dai bem na hora aponta para o Jack!! Elas faz uma cara muito engraçada depois!! hauhauahuahauhu
Naum sei naum mas acho que ela tá mais afim do Jack heim... hehehe
Nossa, nem se importa ae com o post grande.. e que eu to muito emocionada pq hoje eu vi o filme!!! Sai do cinema querndo mais!! hehehe
Bjuxxx

Sarah Casarini disse...

Não concordo nem um pouco!
xDD

Sempre vi PDC de um jeito diferente... Meu ponto de vista: Elizabeth sempre havia sonhado com Will, e ele com ela, naquele drama meloso e sem graça, no qual já estava óbvio o final da saga de filmes. Já Jack era um pirata, um homem pelo qual ela não conseguiria (e não conseguiu.. ¬¬') admitir que sente algo. No primeiro filme, por exemplo, Will e Elizabeth estão em todo o romance e não demonstram química alguma com homem e mulher, mas sim como irmãos. Já Jack e Lizzie sentem o desejo um pelo outro, mesmo que não muito mostrado no 1° filme. Tudo bem, Elizabeth e Will se beijaram no primeiro filme. Mas...

Já em DMC, Elizabeth e Will continuam na mesma situação, enquanto a relação de Jack e Elizabeth começa a aflorar, e os jogos que eles fazem entre si começam a ficar cada vez mais perigosos e sentimentais. Sim, ela AMA Will, mas não existe aquela paixão, aquele desejo que existe em Sparrabeth. E podemos ver que ela sabe que com ele ela poderá ser uma pirata, ser alguém que ela DESEJA ser. Até que Jack foge de cena (sim, nisso eu tenho que concordar com você que ele se parece mais com Jack do que com Sawyer! Mas não podemos dizer que Will seja o mais corajoso de todos... xD), MAS ao consultar sua bússola... Para aonde aponta? E sim, ele volta, e Elizabeth vê que TALVEZ possa confiar nele... Poderia?
E com a chegada do Kraken novamente, chega minha cena favorita do filme : YEAH, THE KISS!
Aquele beijo apaixonado, que afoga os desejos dos dois, o qual eles eram orgulhosos demais para admitir (ou ainda não estariam preparados para lidarem com seus sentimentos em relação ao outro?)... E ela o deixou para trás. Mas não sem antes se despedir dele. E ele não reclama, ele não grita, ele não faz nada, além de soltar um "Pirate", e mstrar-nos que na realidade os dois sempre foram iguais... Ao contrário de Will, que em DMC e em AWE parece ser um piratas apenas para encontrar seu pai...

E vem AWE. Bem, qualquer um pode ver que ela realmente sente falata de Jack... E sua relação com Will se mostra ainda mais frágil em conta do beijo. Mas se o beijo tivesse sido apenas para prendê-lo, porque ela ainda não havia revelado seu plano para Will? ...
E as coisas começam a ficar complicadas em todos os lados, todos os shippers, e todas as cenas Sparrabeth são tidas como inexistentes. Todos os olhares, toda a química.. ¬¬' Ok, no final ela fica com Will, mas sim, ela quis se despedir de Jack! E sim, pelo visto teríamos outro beijo. Mas não... Eles ainda não estariam prontos para tirarem suas armaduras? Mas, se formos ver bem, embora ela conheça Will desde cedo, ele nunca foi um confidente, ele nunca foi um alguém que demonstrasse segurança...
Pelo menos no meu ponto de vista!
xDD

Ai... Ok, O Will PODE até parecer mais com o Sawyer do que o Jack, mas eu sempre serei Sparrabeth. Exemplo=
Comparem qualquer beijo Willabeth com o Sparrabeth. Só me diga: Qual você prefere?

=DD

Anônimo disse...

Excelentes argumentos, tanto da Leanna, qto da Sarah.

Eu acho que faltou a Disney coragem pra explorar mais a fundo Jack e Elizabeth...

Mas Captain Jack Sparrow é tão completo em si mesmo que no fundo não o vejo com nenhuma mulher pra sempre.

O que eu queria mesmo era uma 4ª aventura de Piratas do Caribe.

Ana Ford