2.8.06

Por que o mundo precisa do Superman (ou pelo menos eu preciso) hehe

*Não tem nada a ver com Lost, eu sei, mas tinha que deixar registrado.*
Ontem finalmente assisti à Superman-O Retorno. Apesar dos pequenos contratempos enfrentados por mim e minha irmã mais nova, como ter que assistir ao filme sentadas no chão porque não haviam mais lugares (quem mandou morar em uma cidade que poderia levar o nome de Caipirópolis? hehehe), tudo saiu na mais absolutamente perfeição.

Talvez por ter crescido assistindo aos filmes do Christopher Reeve na Sessão da Tarde, a expectativa de finalmente poder ver o Homem de Aço numa tela de cinema era grande. E juntando-se a isso o fato do filme ter na direção o nome de Bryan Singer, que foi o responsável entre outras coisas, pela ótima adaptação de outros heróis que adoro, os X-Men, a ansiedade já havia tomado conta de mim bem antes do filme estrear aqui no Brasil.

Sei que muitos esperavam pela ação, os grandes feitos dignos do maior herói do mundo, e o filme teve tudo isso, mas ouvi (e li) comentários reclamando que o filme era muito romance e pensei “como pode existir um filme do Superman sem romance?” Se existem dois heróis que tem a estória totalmente ligada ao romance, eles são Superman e Homem Aranha. Mesmo quem nunca leu um gibi ou assistiu a um desenho sabe quem são Lois Lane e Mary Jane. Um filme de qualquer um dos dois sem romance é o mesmo que Batman sem morcegos!

E essa era a maior razão da minha ansiedade em relação a Superman Returns. O filme se passaria após os eventos de Superman2, Lois teria um filho e estaria envolvida com outro homem quando Clark/Superman retornasse à Terra. Sempre adorei o jeito como Clark se fazia de atrapalhado e desentendido, a forma como escondia tão bem escondido seus sentimentos pela intrépida Lois Lane ao mesmo tempo que era tão seguro de si como Superman. E me fascinava ver Lois dividida entre dois homens tão distintos como o tímido Clark e o determinado Superman sem saber que os dois são a mesma pessoa. Costumo dizer que eu já era Clois antes mesmo de existir o termo Clois.

Quando as luzes se apagaram, a boa e velha trilha do John Williams tocou e o filme começou, me esqueci de tudo! Parecia que estava em Metropolis junto de Clark, Lois, Jimmy, Perry, Lex, Richard... e o fofo do Jason! Meu Deus, o garoto é a cara do Clark!

Não vou ficar fazendo resenha, descrevendo o filme e etc. Muitos já fizeram isso. Só queria deixar registrado que, na minha mera opinião, finalmente fizeram uma adaptação que capta a real essência do Superman. Aconselho que se possível, assistam Superman 1 e 2 seguidos direto por Superman Returns Fiz isso (ainda bem que tenho os 2 filmes em VHS) e ao sair do cinema, eu tinha muito nítido em minha mente o motivo pelo qual Superman é e sempre será meu herói predileto. Não são a força descomunal ou a visão de raio-x e nem o poder de voar. São duas características tão fora de moda hoje em dia que é preciso realmente muita segurança para assumir que as tem: Integridade e bondade. Ele escolheu ajudar os outros sem receber nada em troca e, principalmente, tentando ao máximo não usar de violência.

Hoje em dia estamos acostumados com heróis que batem primeiro e perguntam depois. Foi muito bom eu sair do cinema em plena 2ª Feira me lembrando de que amo o Superman porque ele não sai na porrada, e que faz isso por opção. Ele poderia, com todo o poder que tem e sabendo tudo que sabe, fazer o que bem entendesse da forma como bem quisesse. Mas não faz. Ele sabe até onde ir e tem a certeza dentro de si que está fazendo a coisa certa, não para dar um bom exemplo, mas porque é realmente nisso que acredita. E todo o romance do filme, toda a estória com Lois só serviram para confirmar isso tudo: ela seguiu em frente, ele a principio acreditou que ela não o amava mais e mesmo assim não teve raiva ou magoa, apenas a óbvia decepção.

Só digo uma coisa: o fã que não gostou do filme, deve em algum momento ter se esquecido da real razão de gostar do Superman. Pare, pense um pouquinho e irá se lembrar de que sempre foi assim, ele sempre pergunta primeiro para bater depois (e isso só em caso de extrema necessidade). Superman Returns não é romance, é só uma ótima estória do Superman na versão live-action. Ou vai me dizer que nunca leu um gibi onde ele e Lois sobem aos céus para conversar? Eu, pelo menos já perdi a conta! E nunca me canso!

Um comentário:

Daniel Keller disse...

meus parabens pelo comentário sou fã do super a pelo menos 15 anos! e vc soube em poucas palavras expressar o que realmente significa ser o super homem, e o sentimento que nos leva a acreditar que ainda pode existir verdade e justiça em um monte formado por tantas figuras anti-heroicas.! parabens de coração